tomate


Nome científico: Lycopersicon esculentum
Família: Solanáceas
Nome comum: tomate, tomateiro, tomato
Origem: região ao Sul do Equador e norte do Chile
Descrição e característica da planta: o tomateiro é uma planta herbácea, de rápido crescimento e, dependendo da variedade, o crescimento da planta pode chegar a mais de 5 metros de comprimento para tomate conduzido por estaqueamento ou menos de 50 centímetros para tomate para processamento industrial. A haste é flexível e não suporta o peso dos frutos na posição vertical, a menos que a mantenha presa num suporte. A planta inicia o florescimento aos 45 a 50 dias da semeadura e o início da maturação dos frutos 45 a 60 dias depois. O período de colheita de tomateiro conduzido por estaqueamento pode-se estender por mais de dois meses porque, à medida que as plantas crescem, ocorrem florescimento e frutificação. Nas variedades de tomateiro para processamento industrial, principalmente aquelas para colheita mecanizada, onde mais de 95% de frutos ficam maduros, fazem uma ou duas colheitas. A planta é hermafrodita, isto é, tem os dois sexos na mesma flor. As condições climáticas favoráveis para o bom desenvolvimento vegetativo e produção de frutos são: temperatura amena e boa disponibilidade de água no solo. Quanto ao efeito de altas temperaturas, hoje, depois de extensos programas de melhoramento genético, há variedades ou híbridos tolerantes a essas condições. A propagação é feita por sementes. A germinação ocorre 5 a 7 dias após a semeadura.
Produção e produtividade: o Brasil é um dos grandes produtores mundiais de tomate. A produtividade varia muito de uma lavoura para outra. Para o tomateiro estaqueado, a média nacional não ultrapassa 150 caixas de 25 quilos de frutos por hectare, mas é comum ultrapassar as 400 caixas por hectare, dependendo de produtores. Para o tomate para processamento industrial, nos estados de Minas Gerais e Goiás, a produtividade média é de 80 toneladas de tomate por hectare, mas alguns produtores conseguem até 145 toneladas. Essa produtividade média supera a produzida no Chile e iguala aos Estados Unidos da América do Norte. Todos os estados brasileiros são produtores de tomate, mas os maiores são: Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia e Pernambuco.
Utilidade: o tomate é consumido ao natural como saladas diversas ou industrializado na produção de extratos concentrados, molhos diversos, geléia, sopas e sucos..



<< Voltar para Produtos
Busca no Site:

newsletter

Cadastre-se aqui e receba
nosso informativo digital






Aphortesp - Associação dos Produtores de Horti-Fruti do Estado de São Paulo
Todos os Direitos Reservados. 2009 - Desenvolvido por: Andréa Mari